Polícia evita seqüestro na zona Leste de SP

O menor A.P.N.R., de 14 anos, e seu comparsa, Édson Ramos de Almeida, de 25 anos, foram detidos, por volta das 20h30 de ontem, no Jardim Sinhá, região de Vila Rica, zona Leste da capital paulista. Eles confessaram a policiais militares da 1ª Companhia do 19º Batalhão que planejavam o seqüestro de F.A.C. dono de uma loja de material de construção localizada em São Mateus, também na zona Leste.Preso, o comparsa do adolescente foi reconhecido pela quase vítima como sendo cliente de seu estabelecimento comercial. Já o menor foi preso por policiais militares na Rua Henri Fuzeli quando dirigia um veículo Logus vinho, roubado minutos antes na mesma região. O menor confessou aos policiais que havia roubado o carro com a ajuda de Édson Ramos de Almeida, de 25 anos, que acabou detido em sua casa, na Rua Francisco Salzalito, nº 18, também no Jardim Sinhá."O que nos surpreendeu é que o plano de seqüestro estava bem elaborado. Na casa do rapaz havia um mapa de rota de fuga, inclusive com troca de veículos para despistar a polícia", disse o delegado Reinaldo Ribeiro Checa, do 41º Distrito Policial, de Vila Rica. Na casa de Édson que, segundo ainda o delegado, estava recrutando pessoas interessadas em participar do seqüestro, os investigadores encontraram também um revólver calibre 32.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.