Polícia exuma corpo de adolescente encontrada em motel

O Departamento Médico Legal do Rio Grande do Sul exumou na quarta-feira, 22, o corpo da estudante Gabriela Muratt, de 13 anos, para verificar se a menina tinha resíduos de pólvora nas mãos. O exame pode ajudar a polícia a esclarecer um caso rumoroso. No domingo, a garota e seu professor de piano, Marco Maronez Júnior, 31 anos, foram encontrados baleados, ao lado de dois revólveres, num quarto de motel de Porto Alegre.Os dois morreram quando estavam sendo socorridos, no Hospital São Lucas, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. A investigação deve apontar se Maronez e Gabriela fizeram um pacto suicida ou se o professor atirou na aluna e depois se matou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.