ERNESTO RODRIGUES/ESTADAO
ERNESTO RODRIGUES/ESTADAO

Polícia faz buscas na casa de João de Deus

Cerca de 20 policiais procuram documentos e informações que esclareçam dúvidas sobre denúncias de abuso sexual contra o líder espiritual

Renan Truffi, O Estado de S.Paulo

18 de dezembro de 2018 | 17h37

ABADIÂNIA - A Polícia Civil de Goiás realiza na tarde desta terça-feira, 18, busca na residência do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, em Abadiânia. Quase 20 policiais entraram na casa à procura de documentos e informações que esclareçam dúvidas sobre a investigação a respeito das denúncias de abuso sexual contra o líder espiritual.

Depois dessa ação, o próximo endereço a ser vasculhado deve ser uma instituição na mesma cidade, conhecida como Casa da Sopa, local onde João de Deus e seus seguidores também realizavam atividades para a comunidade e atendimentos espirituais.

O primeiro local a ser alvo de buscas da polícia na cidade goiana foi a Casa Dom Inácio Loyola, onde o médium realizava consultas. No centro, os policiais passaram pelo escritório administrativo, pelos salões onde aconteciam os cultos e também pelas salas pessoais de João de Deus.

Um dos principais auxiliares do médium, conhecido como Chico Lobo, teve de apresentar à Polícia Civil como é a rotina de atendimento ao público. O auxiliar foi filmado demonstrando as etapas pelas quais os seguidores e fiéis têm de passar para realizar as sessões na casa.

Durante toda a busca, um advogado de João de Deus acompanhou os trabalhos e deu explicações aos policiais. Ele também teve de fornecer chaves de armários e gavetas que estavam trancadas.

O objetivo desses mandados de busca e apreensão é esclarecer divergências em relação aos depoimentos das vítimas e do líder espiritual em sua defesa. A Polícia Civil de Goiás deve encerrar seus primeiros inquéritos até sexta-feira, 21. Por enquanto, o médium é investigado por envolvimento em 15 casos de abuso sexual. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.