Polícia faz operação contra agiotagem no Rio

Ação visa cumprir 31 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça

estadão.com.br, texto atualizado às 19h42

12 Abril 2012 | 17h36

São PAULO - A Polícia Civil realiza nesta quinta-feira, 12, uma operação contra crimes de agiotagem no Rio de Janeiro. Ninguém foi preso, mas alguns integrantes da quadrilha já foram identificados.

A ação visa cumprir 31 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Os agentes estão realizando buscas nos bairros de Copacabana, Centro, Madureira, Ricardo de Albuquerque, Anchieta, e nos municípios de Mesquita, Duque de Caxias, Niterói e São Gonçalo. O material apreendido será levado para a 14ª DP, no Leblon, na zona sul da cidade.

Durante a ação, foi recuperada uma grande quantidade de joias, notas promissórias e cheques com valor acima de R$ 1 mil. Celulares, tablets e computadores também foram encontrados. De acordo com o delegado, esses objetos eram usados como garantia de dívida, caso os empréstimos concedidos pela quadrilha não fossem pagos dentro do prazo. Os juros cobrados pelos agiotas chegavam a 40% ao mês.

Com informações da Agência Brasil.

Mais conteúdo sobre:
operação agiotagem Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.