Polícia faz operação contra roubo de madeira em quatro Estados

Estão sendo cumpridos mandados de prisão no Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais e na Bahia

estadão.com.br,

07 de dezembro de 2011 | 11h18

SÃO PAULO - O Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e à Corrupção (Nuroc) realiza nesta quarta-feira, 7, uma operação de combate a máfia do carvão e da madeira em quatro estados. Hoje estão sendo cumpridos mandados de prisão no Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais e na Bahia.

As investigações sobre a atuação da quadrilha começaram há aproximadamente um ano. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, a apuração desvendou um complexo esquema de sonegação fiscal, acobertamento de compra e venda de carvão vegetal de origem clandestina e furto de madeira. Cerca de 350 pessoas e 120 empresas já foram indiciadas por envolvimento na chamada Máfia do Carvão.

A operação chama de Ouro Negro descobriu ainda que o esquema funcionava no Espírito Santo há cerca de 10 anos. As investigações contam com a participação de equipes da Receita Federal do Brasil, Secretaria de Estado da Fazenda/ES, Grupo de Trabalho Investigativo do Ministério Público (GETI) e Ministério Público do Estado da Bahia.

Os presos poderão ser indiciado pelos crimes de receptação qualificada, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, ocultação de divisas e crime ambiental.

Mais conteúdo sobre:
operaçãomadeiranuroccarvão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.