Polícia faz operação de repressão ao tráfico em favelas da zona norte do Rio

Ação conta com auxílio de três veículos blindados, dois helicópteros, além de uma retroescavadeira e uma pá mecânica para destruir barreiras que impede a entrada de carros da polícia

Marcelo Gomes/RIO,

02 de agosto de 2013 | 09h16

Cerca de 200 homens das polícias Militar, Civil e Federal realizam desde a madrugada desta sexta-feira, 2, uma operação de repressão ao tráfico de drogas no complexo de favelas do Lins de Vasconcelos, na zona norte do Rio de Janeiro. Também participam da incursão agentes da Subsecretaria de Inteligência (SSINTE) da Secretaria Estadual de Segurança, e da Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário (Sispen).

 

A operação conta com auxílio de três veículos blindados (conhecidos como Caveirões), e dois helicópteros, além de uma retroescavadeira e uma pá mecânica para destruir barreiras de concreto colocadas nas ruas das favelas pelos traficantes para impedir a entrada dos carros da polícia.

 

Até às 8h30, três suspeitos haviam sido detidos. Um deles era foragido do sistema penitenciário: Charles Ferreira dos Santos, de 27 anos.

 

O conjunto de favelas do Lins é cortado pela Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das principais vias de ligação da zona oeste com a zona norte e o centro da cidade. Segundo a Polícia Militar, não há troca de tiros na região e o tráfego flui normalmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.