Polícia faz operação para prender quadrilha suspeita de desviar R$ 3,5 milhões da Caixa

Ao todo, são 37 mandados de busca e apreensão, 6 de prisão temporária e 24 conduções coercitivas; 3 pessoas já foram presas

Fátima Lessa, Especial para O Estado

18 de julho de 2014 | 11h34

CUIABÁ - A  Polícia Federal de Mato Grosso deflagrou na manhã desta sexta-feira, 18, operação para desarticular quadrilha suspeita de fraudar informações para obter empréstimos na Caixa Econômica Federal. A estimativa é de que o grupo tenha desviado mais de R$ 3,5 milhões. De acordo com decisão da 5ª Vara Federal de Mato Grosso, deverão ser cumpridos 37 mandados de busca e apreensão, seis mandados de prisão temporária e 24 conduções coercitivas. Três pessoas já foram presas.

Segundo a Polícia Federal, a investigação começou em abril deste ano. O esquema funcionava do seguinte modo: o grupo simulava a contratação de empréstimos consignados em nomes de terceiros, informando falsamente que o empréstimo seria de servidor público.

Ainda de acordo com a PF, os envolvidos responderão por gestão fraudulenta de instituição financeira, peculato, corrupção ativa, lavagem de capitais e associação criminosa. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.