Polícia faz perícia em jipe usado por francês morto no Rio

Peritos do Instituto Félix Pacheco faziam, na manhã desta terça-feira, 20, perícia no jipe em que estava o francês Sebastien Emmanuel Jeróme Gressez, de 28 anos, morto na noite de segunda-feira, 19, em uma tentativa de assalto na Rodovia Presidente Dutra, no Rio de Janeiro. Grassez fazia parte da banda Southside Crew, em turnê no País há quatro meses.Os músicos do grupo continuam hospedados no Hotel Riazor, no Catete, e devem ficar no Rio por mais uma semana. Durante a manhã, a mulher da vítima e outra francesa deixaram o hotel e seguiram no carro do consulado. Policiais da Delegacia de Atendimento ao Turista chegaram ao hotel para que os músicos assaltados tentem fazer um retrato falado.Gressez foi assassinado com um tiro na noite desta segunda-feira, em uma tentativa de assalto. A Polícia Rodoviária Federal informou que o crime aconteceu no km 192, no sentido Rio-São Paulo, na altura do município de Queimados, Baixada Fluminense, por volta das 18 horas.O músico ocupava o banco do carona de uma Toyota Land Cruiser, com placa de Londres. O carro acompanhava um ônibus, no qual viajavam 15 músicos da banda inglesa South Side. O grupo fez um show na Lapa, no centro do Rio, no domingo, e se apresentaria também em São Paulo.Um dos pneus do ônibus furou durante a viagem e teve de ser trocado. Dois homens em uma moto passaram pelo grupo. Ao verem a movimentação dos estrangeiros, os ladrões deram meia-volta, se aproximaram do grupo e anunciaram um assalto. De acordo com a polícia, Gressez tentou reagir e foi baleado. Os criminosos fugiram sem roubar nada. A vítima foi socorrida pelo motorista da Toyota e levada até um posto médico em Engenheiro Pedreira, mas teria chegado morta ao local.O caso foi registrado na 63.ª Delegacia Policial (Japeri). Os músicos que acompanhavam Gressez, de nacionalidades diversas, entre os quais ingleses e franceses, prestaram depoimento na delegacia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.