Polícia faz reconstituição de crime em motel no Rio

Jovem de 18 anos confessou ter assassinado empresário encontrado morto no último dia 14

Priscila Trindade, do estadao.com.br,

21 de maio de 2011 | 12h56

A reconstituição da morte do empresário Fábio Gabriel Rodrigues começou por volta das 11 horas deste sábado, 21, num motel em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Ele foi encontrado morto no último dia 14.

 

Verônica Verone de Paiva, de 18 anos, confessou ter matado o empresário, teve a prisão temporária renovada por mais 25 dias na quinta-feira, 19. Em depoimento, a jovem disse que o enforcou com um cinto. Eles mantinham um relacionamento amoroso. Depois de se entregar, ela foi levada para o presídio Bangu 7, no Conjunto Penitenciário de Gericinó, na zona oeste do Rio.

 

Segundo a Polícia Civil, o laudo da perícia apontou que o corpo de Fábio não apresentava sinais visíveis de estrangulamento. A polícia aguarda o resultado do laudo cadavérico para verificar a causa da morte. A polícia investiga também a possibilidade de envenenamento. Os investigadores já analisaram imagens das câmeras do circuito interno do motel.

Tudo o que sabemos sobre:
RioPolíciamotelreconstituição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.