Polícia faz reconstituição de mortes no Morro da Providência

A reconstituição técnica das circunstâncias que envolveram as mortes de Charles Machado da Silva, 16 anos, e Luciano Custódio Sales, de 24, durante operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) no Morro da Providência, no Centro do Rio, será feita às 16h desta terça-feira.Há suspeitas de que os dois foram executados pela polícia depois de rendidos. O delegado Gláucio Santos foi exonerado do cargo de coordenador da Core e seis policiais foram afastados.O trabalho de reconstituição será comandado pelo corregedor da Polícia Civil, Paulo Passos, e pelo inspetor geral da Secretaria de Segurança Pública, coronel João Carlos Ferreira, que também coordena a Comissão de Análise Técnico-Operacional (CATO), criada para investigar os casos em que os autos de resistência (caracterizados pelas mortes de criminosos em confrontos com a polícia) são colocados sob suspeita.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2004 | 15h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.