Polícia Federal apreende munições em fazenda no Mato Grosso

Propriedade era supostamente destinada à criação de gado

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

07 de maio de 2011 | 04h15

SÃO PAULO - Agentes da Polícia Federal de Mato Grosso apreenderam, na tarde desta sexta-feira, 6, quatro fardos de munições calibre 7.62 durante desdobramentos das investigações que levaram à Operação Casa Nova III.

As munições estavam enterradas num tambor no meio da mata fechada, numa fazenda em Barão de Melgaço, cidade distante cerca de 110 quilômetros de Cuiabá. Uma pessoa na quinta-feira, quando teve início a operação, afirmou que um conhecido estaria guardando a munição na fazenda.

O fazendeiro, residente em Poconé, foi convidado a prestar esclarecimentos na Superintendência Regional em Mato Grosso. Ele então confirmou que guardava as munições enterradas na sua propriedade, supostamente destinada apenas à criação de gado. As investigações da PF em Goiás davam conta que o traficante Leomar Oliveira Barbosa, conhecido como "Playboy", e ex-braço direito de Fernandinho Beira-Mar, arrendava uma fazenda no Pantanal com o fim de dar sustentação ao tráfico de drogas e outros ilícitos, com uso de aviões.

Em Mato Grosso, havia dois mandados prisão e um de sequestro de bens a serem cumpridos. Uma pessoa foi presa na quinta-feira em Cuiabá e levada para Goiânia. A outra foi presa já em território goiano, sendo que a aeronave empregada na entrada de cocaína no território brasileiro pertence ao traficante Playboy e foi apreendida no aeroporto de Mirassol d'Oeste (MT).

A fazenda onde foram apreendidas as munições fica em local de difícil acesso, na região do Pantanal Mato-grossense, que está alagada na região de Poconé, razão pela qual foi solicitado o apoio de equipe da Companhia de Operações Aéreas da Polícia Militar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.