Polícia Federal interdita área de extração ilegal de areia no Amapá

Um suspeito foi preso em flagrante por extração ilegal de minério e exploração ilegal de matéria-prima

Priscila Trindade, estadão.com.br

04 Agosto 2011 | 10h35

SÃO PAULO - Policiais federais interditaram uma área de extração ilegal de areia no município de Itaubal, no Amapá, nesta quarta-feira.

 

Os agentes da Delegacia de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico (Delemaph) realizaram diligências nas proximidades do município de Itaubal para investigar denuncias de exploração ilegal de areia.

 

Ao chegar ao local, a equipe abordou um caminhão que se preparava para deixar a região conhecida como "areial do Boa Vista" com a carroceria cheia de areia. Indagado, o motorista apontou um homem de 43 anos como o responsável pelo transporte do material.

 

O suspeito foi preso em flagrante pelos crimes extração ilegal de minério, com pena de seis meses a um ano de detenção, e exploração ilegal de matéria-prima da União, com pena de um a cinco anos de detenção. Ele foi levado para o Instituto Penitenciário da capital. O caminhão foi apreendido e a areia doada para uma igreja.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.