Polícia Federal nega plano de fuga para libertar Beira-Mar

A assessoria de imprensa da superintendência da Polícia Federal (PF) de Alagoas negou ter recebido informações sobre um suposto plano de fuga para libertar o traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Mesmo assim, a polícia reforçou a segurança externa do prédio da superintendência, no bairro portuário de Jaraguá, em Maceió.O trânsito em frente à sede da PF foi desviado e reduzido a um lado da pista. Além disso, foram montadas barricadas com tonéis de areia e implantados escudos de ferros, que servem de guaritas gigantes para a proteção dos policiais que fazem a segurança externa do edifício. Os motoristas reclamaram das mudanças no trânsito no quarteirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.