Polícia Federal prende cinco acusados por tráfico de drogas

A Polícia federal (PF) desencadeou, na manhã de quarta-feira, 16, a Operação Roncador, visando desarticular uma organização criminosa especializada na prática de tráfico de drogas internacional e interestadual, chefiada por Marcus Vinicius de Paula Chimicati, preso em 2005. Doze pessoas já foram presas desde o início da operação em novembro de 2005. Cinco foram presos nesta quarta: Marilda Carla Mendes, Thiago Batista da Silva, Gleyson Barbosa Paes da Silva, Wladmir Correa Lelles e Denis Augusto Batista.Foram expedidos mais 15 mandados de prisões preventivas e 11 de busca e apreensão, a serem cumpridos no Rio de Janeiro e em Campos de Goytacazes, no Rio, Paranhos, no Mato Grosso do Sul, Foz do Iguaçu, no Paraná, e nas cidades mineiras de Viçosa, Carangola e Belo Horizonte.A operação Roncador foi iniciada em 7 de novembro de 2005, com as informações obtidas na Operação Brilho III, desenvolvida pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF no Espírito Santo. As investigações demonstraram a existência da quadrilha que atuava no Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná.Dos 15 mandados de prisão expedidos pela Justiça Federal contra os membros da organização criminosa, em sete casos, os acusados já cumprem pena nos presídios Hélio Gomes, em Campos de Goytacazes, e no presídio Nelson Hungria, em Belo Horizonte, em razão de prisões anteriores, efetuadas no curso das investigações. Além do líder Chimicati, estão presos Arídio Machado da Silva, Roberto César Moura Alves Costa, Vilmar Gonçalves, Israel Manoel da Silva, Ênio Roberto Pereira e Fábio Alvarenga Cabral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.