Sindicato dos Delegados da Polícia Federal / Reprodução
Sindicato dos Delegados da Polícia Federal / Reprodução

Polícia Federal prende despachante paquistanesa que tentou legalizar estrangeiro

Funcionária tentou simular uma união estável entre um paquistanês e uma cidadã brasileira

O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2018 | 05h55

BRASÍLIA - A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira, 22, em flagrante uma despachante paquistanesa que tentou simular uma união estável entre um paquistanês e uma brasileira. O objetivo era regularizar a situação do estrangeiro ilegal no país.

A despachante paquistanesa apresentou no setor de migração da Polícia Federal em Curitiba documentos para tentar regularizar a permanência de um imigrante ilegal, também paquistanês, que reside na capital paranaense.

Os policiais desconfiaram das declarações de residência e união estável com uma cidadã brasileira, fizeram diligências e constataram a falsidade do caso. A despachante foi presa em flagrante.

Entenda como funciona a lei de imigração no Brasil

A Polícia Federal informou que foi instaurado um inquérito para apurar a falsa declaração da brasileira de união estável com o imigrante, além da falsa declaração de residência do proprietário do imóvel. / AGÊNCIA BRASIL

Tudo o que sabemos sobre:
imigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.