Polícia frusta planos de casal traficante em SP

A dona de casa Élida Ferreira Alves, de 35 anos, e o marido dela, César José da Silva, 36, foragido da Colônia Penal Agrícola de Martinópolis (SP), foram detidos por volta das 19h de ontem em Vila Mafalda, em Taboão da Serra, Grande São Paulo, por policiais federais da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes. A denúncia era de que neste feriado de Corpus Christi César e Élida iriam distribuir parte dos 145 quilos de maconha apreendidos pela polícia dentro da casa dos traficantes, localizada nos fundos de um bar. A droga, prensada e em forma de tijolos, havia sido escondida debaixo da cama do casal, sob os cuidados de Gabriel, de apenas 13 meses de idade, filho de Élida. No mesmo bairro estão situadas duas escolas municipais, o que levou a polícia a agir rapidamente após a denúncia, para evitar a distribuição que poderia ocorrer próxima aos estabelecimentos de ensino. Há um mês morando na casa de Élida, o foragido do interior deve voltar para o local de origem; agora, com mais um indiciamento, o de tráfico de drogas; crime pelo qual a dona de casa também foi indiciada, pelo delegado Luiz Roberto Godói. A criança ficará sob a custódia da avó materna. O casal detido não quis revelar de quem conseguiu a droga nem quanto receberia para distribuí-la.

Agencia Estado,

19 Junho 2003 | 08h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.