Polícia identifica acusados de matar líder comunitário na Rocinha

Mandado de prisão temporária foi expedido contra homem conhecido como 'Vasquinho'

Solange Spigliatti,

30 Março 2012 | 14h14

São Paulo, 30 - A polícia já identificou dois suspeitos do assassinato do líder comunitário da Rocinha, Vanderlan Barros de Oliveira, o "Feijão", de 41 anos, na última segunda-feira, 26, no Rio.

Thiago Martins Cafieiro, o "FM", de 30 anos, e um homem conhecido como "Vasquinho" foram reconhecidos como os autores dos disparos contra "Feijão". Foi expedido um mandado de prisão temporária contra Thiago pelo crime de homicídio. "Vasquinho" foi identificado, na noite desta quinta-feira, 29, e teve a prisão pedida a Justiça.

O presidente da Associação de Moradores do Bairro Barcelos, uma das entidades comunitárias da Rocinha, foi executado com cinco tiros. O crime aconteceu por volta das 15h45 na favela, que fica em São Conrado, zona sul do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.