Polícia identifica e pede prisão de três skinheads

A polícia identificou nesta quarta-feira os três skinheads acusados de obrigar dois jovens a pularem de um trem em movimento, no domingo (7), em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. O delegado titular do 2.º Distrito Policial, Renato de Almeida Barros, que cuida do caso, pediu a prisão por 30 dias dos três suspeitos.Vinícius Parizatto, de 24 anos, conhecido como Capeta, foi identificado na terça-feira, mas só teve o nome revelado ontem. Os outros dois skinheads que aparecem nas imagens do circuito interno da Estação Brás Cubas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) são Danilo Gimenez Ramos e Juliano Aparecido de Freitas, conhecido como Dumbão.Leia mais no Estadão desta quinta-feira

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.