Polícia identifica PMs acusados de tortura homem no RJ

A Polícia Militar informou hoje que já identificou e prendeu os 15 PMs do 1º Batalhão (Estácio) acusados de terem espancado e torturado Nelis Nelson Souza dos Santos, de 31 anos, morador do Morro da Coroa, no centro do Rio de Janeiro.Segundo parentes de Santos, a sessão de tortura, que envolveu dois tenentes, teria ocorrido na manhã de segunda-feira, quando os policiais foram à casa dele em busca de informações sobre os responsáveis pela morte de um policial, na semana passada. Por causa dos ferimentos, Santos teve de ser operado para reconstituir parte da bexiga e do reto. O quadro de saúde é estável.Na quarta-feira, o comandante do 1º Batalhão, tenente-coronel Marcos Alexandre Santos de Almeida, já havia pedido abertura de investigação sobre a suposta agressão. O fato será apurado pela Corregedoria da Polícia Militar.A agressão não teria sido a primeira no Morro da Coroa. De acordo com o deputado Alessandro Molon (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), outras pessoas já foram vítimas de policiais. Molon e o deputado federal Chico Alencar (PT), se encontram amanhã, na Alerj, com parentes de Santos para discutir o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.