Polícia identificou aluno da Estácio ligado ao tráfico

A polícia afirma ter identificado um aluno da Universidade Estácio de Sá que, segundo a polícia, seria o responsável pelo tráfico de drogas entre o morro, que fica nos fundos da Estácio, e a universidade.A suspeita é que uma disputa pelo ponto de venda de entorpencentes na universidade estaria por trás do tiroteio que deixou a aluna Luciana Golçalves de Novaes de 19 gravemente ferida.Alunos disseram a polícia que houve tiroteio dentro da Estácio. A polícia ainda procura a estudante que acompanhava Luciana na hora em que ela foi baleada. As informações são do jornal O Dia, do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.