Polícia indicia segundo acusado de pichar o Cristo Redentor

No sábado, 24, ele se entregou na Delegacia de Meio Ambiente e confessou o crime, alegando que ato foi um protesto

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

25 de abril de 2010 | 12h51

SÃO PAULO - A Polícia Civil confirmou neste domingo, 25 o indiciamento de Edmar Batista de Carvalho, de 24 anos, o segundo acusado de pichar a estátua do Cristo Redentor. Ele foi indiciado por crime ambiental.

 

No sábado, 24, ele se entregou na Delegacia de Meio Ambiente, na zona norte do Rio, onde confessou o crime e repetiu a versão do outro acusado, de que o ato foi um protesto.

 

Na última quinta-feira, 22, o pintor Paulo Souza dos Santos, de 28 anos, já tinha se apresentado à polícia. De acordo com a polícia, ele também confessou que pichou o monumento. Os dois acusados aguardam decisão da Justiça em liberdade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.