Polícia invade sítio e retira meninas exploradas sexualmente

Vinte meninas entre 12 e 14 anos, que eram exploradas sexualmente, em um sítio às margens da CE-187, em Tianguá, na Zona Norte do Ceará, foram retiradas na noite de quarta-feira, 4, durante uma operação conjunta das polícias militar, civil e federal. Elas faziam programas de R$ 10,00 a 15,00, mas muitas vezes o "pagamento" acontecia por meio de bebidas alcoólicas oferecidas pelos clientes. As meninas vinham de cidades vizinhas a Tianguá - tanto do Ceará como do Piauí - para fazer os programas principalmente nos finais de semana e feriados. A Polícia chegou ao sítio depois de uma denúncia anônima. Segundo a coordenadora do Escritório de Repressão ao Tráfico de Seres Humanos (ERTSH-CE), Eline Marques, as garotas eram escolhidas a dedo pelos freqüentadores do sítio. "Elas ficavam sentadas em um grande banco. Os homens chegavam, escolhiam e levavam elas para os quartos. Alguns homens vinham de Fortaleza distante mais de 300 quilômetros somente para saírem com as garotas", denuncia Eline. Na operação policial, três pessoas foram presas no bordel: uma mulher, responsável pelo gerenciamento do local, e dois clientes. Os nomes não foram revelados pela Polícia, alegando que o trio ainda está sendo investigado. Eline, que acompanhou a operação, disse que "os dois homens estavam nos quartos com as garotas na hora" que a polícia chegou. Segundo a coordenadora do ERTSH-CE, pais e parentes das meninas foram depor contra a proprietária do local. "Eles não conseguiam mais controlar as meninas. Muitas fugiam de madrugada, no fim de semana, e iam para o sítio. Parece que o local já funcionava há um bom tempo", revela. A promotoria pública de Tianguá vai apurar o caso e dar apoio no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes na cidade e áreas vizinhas.

Agencia Estado,

05 Abril 2007 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.