Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Polícia investiga ameaças ao secretário de Segurança Pública do Espírito Santo

Família de André Garcia foi intimidada durante festividades de pré-carnaval; em nota, governo repudiou as 'atitudes criminosas'

Vinícius Rangel, Especial para o Estado

20 Fevereiro 2017 | 14h28
Atualizado 20 Fevereiro 2017 | 16h19

VITÓRIA - O secretário estadual de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, foi alvo de ameaças neste fim de semana durante as festividades de pré-carnaval. Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa, as intimidações foram feitas também à família de Garcia. O tipo e a forma como chegaram as ameaças não foram informados.

"O governo do Estado reitera sua confiança e apoio ao trabalho exercido pelo secretário André Garcia e repudia o fato de que atitudes criminosas, realizadas por um pequeno grupo que ainda aposta na desordem, seja utilizada como estratégia de pressão para atender a interesses corporativistas", diz a nota.

A apuração do caso ficou a cargo da Delegacia de Crimes Eletrônicos. Os Ministérios Públicos Estadual e Federal, o Tribunal de Justiça, a sociedade civil organizada e a Ordem dos Advogados do Brasil Seção Espírito Santo (OAB-ES) também foram notificados sobre o fato e estão cientes da gravidade da situação.

O Estado ainda pediu ajuda da Polícia Federal para dar apoio às investigações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.