Polícia investiga assassinato de aposentada

A aposentada Haruko Takano Honda, de 62 anos, morreu na noite de segunda-feira, vítima de latrocínio, em São José dos Campos, no Vale do Paraíba. Seu corpo foi encontrado em casa, no Jardim América, por duas netas, que também moravam na residência.Por volta das 18h30, as adolescentes chamaram a polícia, que constatou o roubo de um vídeo-cassete, jóias e outros objetos. As adolescentes moravam com a avó porque os pais trabalham no Japão. Segundo a Polícia Militar, a mulher foi estrangulada, teve o pescoço cortado com um punhal e os pés e as mãos amarrados com cordas.Os vizinhos ficaram chocados com o crime. Uma das vizinhas, que preferiu não se identificar, contou que a aposentada recebia mensalmente dinheiro que uma das filhas enviava do Japão, tinha um alto seguro de vida e estavam reformando a casa. Um outro vizinho contou que a mulher tinha um bom padrão de vida, o que deve ter chamado a atenção dos ladrões.Na tarde de hoje, a família aguardava a chegada de uma filha da vítima para iniciar o velório. Nenhum parente quis dar entrevista. Todas as hipóteses estão sendo investigadas pela Polícia Civil. Segundo o delegado seccional de São José dos Campos, Roberto Monteiro, até a hipótese de latrocínio está sendo investigada. "São muitos os detalhes que chamaram a atenção da polícia, mas, por enquanto, nada pode ser divulgado".A aposentada será enterrada nesta quinta-feira, no Cemitério do Morumbi, em São José dos Campos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.