Polícia investiga assassinato de dono de camping no RS

O empresário Joel Pacheco, 40 anos, dono de um camping no município de Cidreira, foi assassinato a tiros durante um assalto na madrugada desta quinta-feira, 25. Os ladrões também amarraram e trancaram num quarto a mãe de Pacheco e uma empregada. Ao fugir, levaram jóias, dinheiro, talão de cheques e documentos pessoais.As duas mulheres conseguiram se libertar ao amanhecer e acionaram a polícia em seguida. A empregada contou que o grupo de assaltantes tinha de seis a oito pessoas. A perícia constatou que Pacheco foi atingido por dois disparos de armas de fogo.O delegado Miguel Ribeiro Neto disse que não há evidências de que os ladrões tivessem a intenção de invadir também o terreno onde veranistas dormiam dentro de suas barracas. Mesmo assim, pode ouvir os campistas em busca de pistas que o levem a esclarecer o crime e a identificar e prender os assaltantes. Esse é o segundo latrocínio do mês no litoral gaúcho. Há poucos dias, em Capão da Canoa, uma quadrilha matou o dono de uma agência lotérica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.