Polícia investiga gaze esquecida em paciente

O 3º DP de Ribeirão Preto abriu um inquérito e investiga a morte de Ariovaldo de Souza, de 67 anos, ocorrida no dia 31 de dezembro. Na autópsia do corpo, a médica-legista Maria Bernardete Cury encontrou uma gaze perto do fígado. A gaze teria causado um quadro de infecção e, conseqüentemente, provocado a morte de Souza, que, em 9 de setembro de 1999, sofreu uma intervenção cirúrgica no Hospital das Clínicas.O material teria sido esquecido pela equipe médica dentro do abdôme de Souza. Paralelamente, a direção do HC faz uma investigação interna para levantar informações da conduta da equipe médica durante a cirurgia para enviar um relatório às suas comissões de ética e de análise de prontuários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.