Polícia investiga morte de brasileira nos Estados Unidos

A polícia americana investiga a morte da brasileira Patrícia Silva, de 21 anos. Ela foi encontrada na noite de quarta-feira, 20, na agência de turismo onde trabalhava, na cidade litorânea de Long Branch, no interior do estado americano Nova Jersey. Um dos suspeitos é o namorado da brasileira, que ainda não teve a identidade revelada pela polícia. Ele foi visto saindo da agência pouco tempo antes do corpo ser encontrado. Patrícia era voluntária do Consulado Itinerante, serviço de assistência do Consulado Brasileiro a cidadãos que vivem em pequenas comunidades do interior dos Estados Unidos. O corpo dela tinha várias perfurações a bala, sinais de luta física e de estupro. De acordo Davino Ribeiro de Sena, cônsul-adjunto e chefe do setor de imprensa do Consulado-Geral do Brasil em Nova York, o resultado da necropsia que irá revelar as causas da morte deverá ser divulgado ainda nesta sexta. Ele confirmou que uma das hipóteses investigadas pela polícia é a de crime passional. Apesar de ter sido o segundo crime com as mesmas circunstâncias, em menos de uma semana, em Long Branch, a polícia descartou relação entre os casos, segundo Sena. Ele não soube precisar quanto tempo Patrícia e sua família vivia nos EUA e informou que o enterro será feito em Long Branch. Matéria alterada às 16h20 para acréscimo de informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.