Polícia investiga morte de morador do Complexo da Maré durante operação

Segundo a perícia, o projétil penetrou pelo braço e se alojou nas costas da vítima

estadão.com.br,

22 Novembro 2011 | 09h07

SÃO PAULO - A Polícia civil vai investigar a morte de um morador do Parque União, no Complexo da Maré, no Rio, ocorrida na manhã desta terça-feira, 22, durante a Operação Trovão, que teve o objetivo de cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão contra uma quadrilha acusada de praticar sequestros relâmpagos, roubos de veículos e a residências na Ilha do Governador e adjacências.

Segundo a Polícia, o tiro que matou o morador foi disparado por uma pistola efetuado na mesma altura da vítima, descartando a hipótese de o tiro ter sido disparado pelo helicóptero da Polícia Civil. Segundo a perícia, o projétil penetrou pelo braço e se alojou nas costas da vítima.

Três pessoas foram presas durante a operação nas comunidades Parque União e Nova Holanda, que não registrou tiroteio entre policiais e bandidos no momento da morte do morador. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH/Capital), que já realizou a perícia no local. 

Texto atualizado às 12h11

Mais conteúdo sobre:
operação trovão maré polícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.