Polícia investiga negligência em partos em São Sebastião

A polícia civil está investigando se houve negligência em casos de hemorragia em São Sebastião, no litoral norte paulista, depois de descartada a hipótese de que o medicamento Oxiton tenha provocado hemorragias em oito mulheres no Hospital de Clínicas da cidade.Os casos ocorreram no início do mês de abril. As pacientes apresentaram complicações no procedimento pós-parto e uma delas morreu. ?Em três dias, oito mulheres tiveram o mesmo problema de saúde, e isso não pode ter sido uma coincidência?, afirma o delegado Odair Bruzos.Segundo ele, ainda não há indícios de negligência ou imperícia médica, mas essas hipóteses não podem ser descartadas. A polícia trabalha com três hipóteses: negligência, coincidência ou dolo.Bruzos afirma que a polícia está ouvindo todos os médicos e enfermeiros que participaram dos partos e aguarda laudo das vísceras da paciente que morreu. ?Este laudo, tão esperado por nós, pode ou não indicar algum fator, dizer se foi ou não algum outro medicamento que tenha causado a morte?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.