Polícia investiga sumiço de R$ 1 milhão de contas no Bradesco

A polícia baiana está investigando o desaparecimento de mais de R$ 1 milhão dos correntistas da agência do Bradesco do município de Santa Maria da Vitória, no oeste baiano. A suspeita é a ex-gerente Francisca Pereira, demitida do banco no mês passado em função de inúmeras queixas de clientes.Pelo menos 13 correntistas já prestaram queixa na delegacia de polícia local, mas outras dezenas de clientes são esperadas, pois a agência é uma das principais da região. Logo depois do escândalo, Francisca sumiu de Santa Maria da Vitória.Sua casa num bairro nobre da cidade permanece fechada, e os funcionários de um mercado de sua propriedade não sabem do seu paradeiro. Dizem apenas que está "viajando e não tem data para voltar". A polícia está investigando se houve apropriação indébita ou erro bancário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.