Polícia lança bomba de gás lacrimogêneo contra camelôs em SP

A situação ficou tensa no início da manhã de hoje na região da Rua 25 de Março, no centro de São Paulo. Para dispersar os camelôs que tentavam montar suas barracas na Ladeira Porto Geral - uma travessa da 25 de Março -, a Polícia Militar atirou bombas de gás lacrimogêneo. Desde segunda-feira, a PM, fiscais da Prefeitura de São Paulo e homens da Guarda Civil Metropolitana (GCM) ocupam a rua para impedir a instalação das barracas dos vendedores ambulantes ilegais na área. Com o avanço da polícia, os marreteiros acabaram se dispersando. Alguns comerciantes abriram suas portas parcialmente, apesar do medo e do risco de confronto. Neste momento, o trânsito está impedido na Rua 25 de Março. Só está sendo autorizada a entrada de pessoas que chegam para trabalhar no comércio legalizado.Apesar da ação da polícia, não há informações sobre detidos. A atuação da PM e da Guarda Civil Metropolitana visa a cumprir ordem do Ministério Público, que visa impedir o comércio ilegal dos ambulantes naquela região. As informações são da TV Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.