Polícia liberta menor seqüestrada em MG

Um trabalho conjunto entre a Delegacia Anti-Sequestro de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, e o Departamento de Operações Especiais da Polícia Civil de Minas Gerais, libertou uma menina, seqüestrada desde a última terça-feira, em Poços de Caldas (MG). Jéssica Elisa Castro Gomes, de 11 anos, foi libertada na madrugada de ontem na cidade de Roseira, também no Vale do Paraíba. Jéssica é filha do dono de uma rede de drogarias na cidade mineira. A polícia não divulgou o valor do resgate pedido pelos seqüestradores, mas confirmou que a família da garota não chegou a entregar nenhuma quantia para a quadrilha.Cerca de 20 policiais das duas delegacias invadiram o cativeiro, uma casa alugada no bairro Parque das Roseiras. De acordo com policiais da Delegacia Anti-Seqüestro, a ação foi rápida e não permitiu nenhuma reação por parte dos membros da quadrilha. No cativeiro, a polícia prendeu Walter Pereira Castro e Amanda Íris Martins Silva, de 26 anos, estudante do quarto ano de Direito da Unip (Universidade Paulista Objetivo), de São José dos Campos. Os dois foram levados para a delegacia de Poços de Caldas. De acordo com policiais de São José dos Campos que participaram da operação, além das investigações, um telefonema anônimo ajudou a polícia a localizar o cativeiro. Os policiais informaram ainda que há mais de um mês Walter Pereira Castro já estava sendo investigado na região do Vale do Paraíba. A Polícia Civil de Poços de Caldas, ontem mesmo, já havia iniciado buscas para prender três outros suspeitos de participarem da quadrilha.Além da identificação de mais esses três suspeitos, a Polícia de Poços de Caldas vai continuar as investigações para localizar e prender todos os membros da quadrilha. Pereira Castro e Amanda foram levados, no final da tarde de ontem, para Belo Horizonte, na sede do Departamento de Operações Especiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.