Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Polícia mata chefe do tráfico da Vila Cruzeiro, no Rio

Policiais da Coordenadoria Operacional de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil mataram, na manhã desta quinta-feira, Alexandre José de Moura, o Tigrão, chefe do tráfico na favela da Vila Cruzeiro, no bairro na Penha, zona norte do Rio.A operação para prender o traficante começou por volta das 7 horas e, segundo a polícia, ele reagiu e iniciou um tiroteio. O bandido foi baleado e morreu a caminho do Hospital Getúlio Vargas.Ainda de acordo com os policiais, que usaram um helicóptero para auxiliar na operação, na casa onde Tigrão estava escondido foram encontrados fardas do Exército, radiotransmissor, bolsas de dinheiro, binóculo e munição. O criminoso usou um fuzil AR-15 para trocar tiros com a polícia, que também foi apreendido.O delegado Rodrigo Oliveira, diretor do Departamento de Planejamento e Operações Policiais (DPOP), que comandou a ação, disse que tinha informações de que o bandido estava na casa da mãe, na favela da Grota. "Fomos na certa. Quando ele percebeu a nossa presença tentou fugir e começou a trocar tiros. Para não ser apanhado, mudou de localização e invadiu casas próximas. Depois de entrar na terceira residência, foi baleado e acabou morto", disse.

Agencia Estado,

16 de setembro de 2004 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.