Polícia mata dois ladrões de carro no sambódromo do Rio

Dois ladrões foram mortos nesta madrugada, no sambódromo, num tiroteio com a Polícia Militar. Henrique José Chaves e outro rapaz não identificado tentavam arrombar carros de pessoas que assistiam ao ensaio técnico das escolas de samba quando foram surpreendidos pelo detetive Alexandre Antônio de Melo, da 6.ª Delegacia de Polícia (Cidade Nova). Eles reagiram com tiros à voz de prisão e atraíram a atenção de uma patrulha da PM que passava pelo local, que foi ajudar o policial. Ambos foram feridos e morreram ao chegar no hospital Souza Aguiar.Outros dois corpos foram achados na última madrugada. Em Vista Alegre, na zona norte, o motorista de táxi Sandival Souza Rosário, de 43 anos, foi encontrado morto dentro de seu carro. A polícia descarta a hipótese de assalto porque ele tinha R$ 198,80 no bolso. Em Xerém, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, foi encontrado o corpo de Antônio Severino Dias Barbosa, de 39 anos. Ele tinha marcas de balas.E o soldado PM Edmar de Paulo Olimpo foi baleado na cabeça no início da tarde de ontem, quando tentava evitar um assalto em ônibus, na Avenida Brasil, na altura de Vigário Geral, na zona norte. Ele foi levado para o Hospital de Geral de Bonsucesso, e seu estado é grave. Os ladrões conseguiram fugir.

Agencia Estado,

21 de dezembro de 2003 | 18h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.