Polícia mata três assaltantes e prende dois na BA

A polícia baiana matou nesta madrugada três integrantes de uma quadrilha de 15 homens que assaltou ontem a agência do Banco do Brasil da cidade de Catu, na região metropolitana de Salvador. Dois assaltantes foram presos: o paulista Paulo César Brito, de 30 anos e pernambucano Ivanildo Brás Soares, de 23. Os outros dez membros da gangue conseguiram fugir.Desde que deixaram a agência após limparem os caixas, os assaltantes passaram a ser perseguidos por várias equipas da Polícia Militar. Eles tocaram fogo nos dois carros usados para sair de Catu e prosseguiram a fuga numa caminhonete, localizada pela polícia num trecho da rodovia BR-324 (Salvador/Feira de Santana). Houve troca de tiros e um policial se feriu. Um outro agente foi ferido no olho, horas depois, num novo confronto, quando mais uma vez o bando escapou, indo se esconder numa velha fábrica de tijolos situada na margem da rodovia BA-093, município de Simões Filho. Moradores da região desconfiaram do grupo e chamaram a polícia, que cercou o local no inicio da madrugada. Os assaltantes tentaram se passar por operários da fábrica mas os policiais não se deixaram enganar. Brito e Soares se entregaram, porém os outros 12 reagiram. Três deles, conhecidos como Bruno, Ginta e Índio foram mortos. O restante do bando conseguiu furar o cerco e escapar. Os policiais apreenderam cinco fuzis, vários revólveres e pistolas, três granadas e três sacos plásticos com o dinheiro roubado. A polícia baiana tem informações de que essa quadrilha praticou assaltos em outros Estados do Nordeste.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.