Polícia não tem pistas do roubo de R$ 9,8 mi

A polícia ainda não tem pistas dos assaltantes que anteontem levaram R$ 9,8 milhões da transportadora de valores Prosegur, no Cambuci, região central da capital. Foi o maior assalto do ano no Estado. Dez homens armados pularam o muro da empresa, serraram cadeados de uma porta e foram até a tesouraria, usando explosivos para derrubar uma parede.

O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.