Polícia ouve sobreviventes de acidente entre ônibus e trem

A polícia cearense começou a ouvir nesta segunda, dia 27, os sobreviventes do acidente entre um ônibus de transporte escolar e um trem cargueiro da Companhia Ferroviária do Nordeste (CFN). O acidente ocorreu na noite de sexta-feira, 24, em uma passagem de nível em Sobral, a 230 quilômetros de Fortaleza. Oito passageiros do ônibus morreram. Trinta e duas pessoas ficaram feridas, sendo que três delas continuam internadas na UTI da Santa Casa da Misericórdia, em Sobral, correndo risco de morte.O delegado regional Hebert Ponte ouviu, pela manhã, uma estudante que estava no ônibus. De acordo com o delegado, a sobrevivente disse que o motorista do ônibus, Flávio Pereira da Silva, atravessou a passagem de nível sem reduzir a velocidade. A garota comentou ainda que a falta de preocupação poderia ter ocorrido por não ser comum a presença de trens naquele horário, 22h30. "Ela disse que quando ouviu a buzina, o trem já havia batido no ônibus", afirmou Ponte. Outras oito pessoas serão ouvidas nesta segunda-feira. Entre elas, o motorista do ônibus e o maquinista do trem, Uziel da Silva Carneiro.O ônibus escolar pertence à empresa Vicente Aguiar, que presta serviço à Prefeitura de Sobral há cinco anos. De acordo com o prefeito da cidade, Leônidas Cristino (PPS), as passagens de níveis dentro de Sobral são um transtorno antigo. Ele disse que já entrou em contato com a CFN para, em parceria com a prefeitura, melhorar a sinalização como forma de evitar novas tragédias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.