Polícia ouve testemunhas de assassinato de Schincariol

Duas testemunhas foram ouvidas esta manhã pela polícia de Itu - um vigia e um estudante -, que viram os assassinos do empresário José Nelson Schincariol, de 60 anos, fugirem a pé do local do crime. Segundo eles, os criminosos são dois homens brancos, com mais ou menos 30 anos e aproximadamente 1,70 metro de altura. O delegado Seccional de Sorocaba, Maurício Blazeck, disse esta manhã que, para a polícia, as evidências apontam para uma tentativa de assalto na investigação do assassinato, ocorrido na noite de ontem.A polícia pretende fazer o retrato falado dos assassinos ainda hoje, pois as testemunhas não reconheceram nenhum suspeito nos álbuns fotografias da delegacia de Itu. Na hora do crime, Schincariol estava chegando em casa, no centro da cidade. Dentro da residência, estavam seu filho, Alexandre, e sua mulher, Cecília Ivani.

Agencia Estado,

19 de agosto de 2003 | 12h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.