Polícia paulista apreende uma tonelada de cocaína

Uma investigação do Departamento de Investigações Sobre Narcóticos (Denarc) resultou na maior apreensão de cocaína no Estado de São Paulo: uma tonelada. A polícia apreendeu a droga na avenida Taboão, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, dentro de uma Kombi branca, com placas de Diadema. A droga estava acondicionada em cilindros de papelão. O caso era investigado pelos policiais do Nape (Núcleo de Proteção às Escolas) há seis meses. Dois acusados de tráfico e de associação para o tráfico de drogas estão presos em flagrante, mas as investigações prosseguem para identificar e prender demais envolvidos, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública. Estão presos o vendedor Emerson Ribeiro, de 30 anos, e o cortador de couro Marcos Francisco da Silva, de 36. Eles foram detidos na rua Afonso Celso Figueiredo, às 16h30 de terça-feira. Dois suspeitos conseguiram escapar e estão sendo procurados. Além da droga, foram apreendidos três aparelhos celulares. Os policiais do Nape chegaram até a droga após investigarem a atuação de empresas ligadas ao setor de distribuição de produtos de uso farmacêutico, usados na produção de cocaína. A lidocaína, um anestésico, e a cafeína, estimulante, são os principais produtos usados nessa mistura, que aumenta o volume da droga.

Agencia Estado,

23 de julho de 2004 | 18h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.