Polícia paulista fecha o cerco a favela Pantanal

Cerca de 1.100 policiais civis, em 320 viaturas, farão uma megaoperação, a partir das 6h desta quinta-feira, no interior da favela do Jardim Pantanal, em Diadema, no grande ABC, a mesma que o prefeito de Santo André, Celso Daniel, foi levado logo após ser dominados por seqüestradores na zona Sul da capital paulista. A operação será comandada pelo delegado Antonio Chavez Martins Fontes, diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Macro São Paulo (Demacro). O objetivo da polícia é localizar traficantes, armas, drogas, e também outros seqüestradores. A operação deverá se estender até às 14h.

Agencia Estado,

07 de março de 2002 | 06h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.