Polícia prende 13 envolvidos em extorsão de empresários

Centenas de empresários e comerciantes de São Paulo e outros Estados vem sendo ameaçados via celular por bandidos de dentro de presídios do Estado do Rio de Janeiro. As vítimas estão sendo obrigadas a comprar cartões para celulares pré-pagos. Ontem, a polícia desmantelou esta quadrilha que ameaçava invadir por meio de comparsas os ambientes de trabalho das vítimas e até matar parentes destas.Segundo o SPTV 1ª Edição, da TV Globo, alguns comerciantes já chegaram a receber pelo menos 15 ligações em apenas um dia. Empresários do RJ, ES, BA e PR também foram ameaçados do mesmo modo. Comerciantes ameaçados no Rio eram escolhidos por integrantes da quadrilha do lado de fora da cadeia. A partir de dezenas de denúncias que chegaram a apenas uma delegacia da capital paulista, a polícia começou a monitorar os telefonemas entre as capitais fluminense e paulista. Doze presos que participavam do grupo foram denunciados e indiciados por extorsão.Ontem, oito mulheres e uma adolescente foram apresentados pela polícia. O chefe da quadrilha, Fernando Rangel, conhecido como "Carioca", também está na cadeia. "Os bandidos escolhem as vítimas de acordo com o poder aquisitivo delas; até diretoras de escolas me procuraram para dizer que suas instituições estavam sendo ameaçadas pelos criminosos", disse o delegado Godofredo Bittencourt, diretor do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.