Polícia prende 26 acusados de tráfico de drogas no Paraná

Segundo a polícia, líderes da quadrilha já cumpriram pena por duas vezes e tinham saído da prisão há três anos

Evandro Fadel, Agência Estado

24 de julho de 2008 | 19h55

Em uma operação das polícias Civil e Militar de Mandaguari, na região de Maringá, no norte do Paraná, foram presas 23 pessoas, nesta quinta-feira, 24, acusadas de participar de uma quadrilha de tráfico de drogas. Entre os presos está também uma pessoa de Sorocaba, no interior de São Paulo, acusada de ser responsável pela distribuição da droga naquela cidade. Também foram feitas prisões em Foz do Iguaçu e Guaíra. Outras três pessoas ainda eram procuradas. Segundo a polícia, os líderes da quadrilha já cumpriram pena por duas vezes e tinham saído da prisão há cerca de três anos. No entanto, voltaram à atividade e passaram a ser monitorados desde março. A droga que eles vendiam na região vinha de Guaíra e Foz do Iguaçu, municípios que fazem divisa com o Paraguai. No cumprimento de mandados de busca e apreensão, foram recolhidos 15 carros e oito motos. A polícia acentuou que a compra de veículos era uma das formas de lavagem de dinheiro. A operação recebeu o nome de Chaves, em referência a Milton Moreira Chaves, apontado como líder da quadrilha e um dos principais distribuidores de drogas do norte do Paraná. Ele foi preso juntamente com o irmão, Marcos, em Mandaguari. Na casa foram encontrados cerca de 150 gramas de crack, duas pistolas e munição.

Tudo o que sabemos sobre:
violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.