Polícia prende 29 suspeitos de fraudar o INSS em Pernambuco

Dos presos, sete são policiais militares que atuavam orientando a quadrilha e participando de execuções

Angela Lacerda, do Estadão,

20 de agosto de 2007 | 19h47

Uma operação conjunta das polícias civil e militar de Pernambuco, que envolveu 241 homens, prendeu nesta segunda-feira, 20, 29 pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha responsável por pistolagem, roubo e desmanche de carros e fraude contra o INSS. A operação cumpriu os 33 mandados expedidos pela 8.ª Vara Criminal do Recife. Apontado como líder da quadrilha, NivaldoAvelino Ferreira foi preso no município metropolitano de Jaboatão dos Guararapes, cidade que funcionaria como base do grupo, que também tinha atuação no interior. Tido como segundo homem da gangue, José dos Santos foi detido em Limoeiro, no agreste. De oito policiais militares suspeitos de fazer parte da organização, foram presos sete. Eles poderão ser expulsos da corporação. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Antonio Barros, as investigações tiveram início em janeiro, a partir de um seqüestro. Três suspeitos passaram a ser monitorados por policiais civis da área de inteligência. Segundo ele, o grupo era bem articulado e os PMs atuavam orientando a quadrilha e participando de extermínios.

Tudo o que sabemos sobre:
INSSfraudadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.