Polícia prende 5 dos 6 acusados de tentar roubar avião em MT

PF oferece recompensa de R$ 2 mil por informações que levem à localização de Daniel Tenório, sexto acusado que continua foragido

Fátima Lessa, Especial para O Estado

18 Maio 2015 | 18h30

CUIABÁ - A polícia já conseguiu prender cinco dos seis integrantes da quadrilha que tentou roubar uma aeronave de pequeno porte no início da madrugada do sábado no município de Sinop (500 km de Cuiabá região norte do estado). A tentativa de roubo culminou com o assassinato do policial federal Mário Almeida Mattos, de 33 anos. 

O quinto suspeito, José Carlos da Rosa Silva, foi preso na manhã desta segunda-feira, em casa. A Polícia Federal oferece recompensa de R$ 2 mil por informações pelo telefone (66) 3511-8200 que levem à localização de Daniel Tenório, sexto acusado que continua foragido.

Segundo a assessoria da PF, quatro dos acusados foram presos entre sábado e domingo. O homem contratado para pilotar o avião roubado foi detido logo após a tentativa de roubo. Ele estava à margem de uma rodovia e mora em Cuiabá. Os outros envolvidos são de Sinop.

Segundo a PF, os homens chegaram ao local por volta da meia-noite em um VW Saveiro preto e renderam seis pessoas. Eles portavam revólveres, pistolas, fuzis e uma espingarda calibre 12. Todas as armas alugadas em Sinop.

Houve troca de tiros entre os bandidos e a PF. Um dos tiros atingiu o tórax do policial que foi levado para o hospital regional, mas não resistiu. O corpo foi encaminhado para Brasília, onde foi enterrado.

Mais conteúdo sobre:
Mato Grosso

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.