Polícia prende 65 travestis em São Paulo

A Polícia Civil prendeu, na noite de quinta-feira e madrugada de hoje, 65 travestis que estavam nas calçadas da avenida Indianópolis, zona sul de São Paulo, e nas ruas próximas. A ação ocorreu depois da divulgação da nova modalidade de agir dos travestis: assaltam os motoristas parados nos cruzamentos, à espera da abertura do semáforo.Levados para a delegacia, todos foram fichados e fotografados. A maioria não tinha documentos e a liberação somente ocorreu após comprovada a identificação. Eles alegaram que trabalham como cabeleireiros, costureiros e balconistas e, à noite, freqüentam determinados pontos da cidade para realizar programas. Não foram apreendidas armas ou drogas.O delegado Alexandre Sayão informou que vem montando um álbum, com fotos e informações dos travestis, para que possam ser reconhecidos em caso de assaltos ou extorsões. O policial disse que as rondas vão percorrer todas as noites os pontos freqüentados por eles na região. "Vamos tentar autuá-los roubando, usando ou vendendo drogas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.