AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Polícia prende acusado de incendiar ônibus; PM nega ataques

Rodrigo de Melo Faria foi preso em flagrante pela Polícia Militar acusado de atear fogo a um ônibus da Viação Sambaíba, na Avenida Jardim Japão. Faria, de 21 anos, teve a ajuda de um comparsa para parar o ônibus e pedir que os cerca de 30 passageiros saíssem do veículo, que foi incendiado. Os usuários conseguiram chamar a polícia e Faria foi preso. O outro suspeito conseguiu fugir.Esta noite, outros três ônibus foram queimados na cidade e um batalhão da PM foi invadido, em Osasco. Apesar disso, em entrevista à Rede TV, a Major Maria, porta-voz da Polícia Militar, disse que a situação está normal na cidade, negando que tenham acontecido novos ataques. Ela afirmou que o efetivo da polícia nas ruas é igual ao normal e criticou a imprensa, por disseminar o pânico na sociedade.Boatos de que a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) retomaria os ataques após a reação violenta da polícia à onda de violência, que deixou pelo menos 93 suspeitos mortos, levou faculdades de São Paulo a suspenderem as aulas.Na PUC, as faculdades de Direito e de Economia e Administração dispensaram os alunos das aulas desta noite. Professores de outros cursos dispensaram seus alunos, mas não houve uma orientação formal.Novos ataquesOnze homens armados tentaram invadir pelos fundos a 1ª Companhia do 42º Batalhão da Polícia Militar, no Parque Mazei, em Osasco, na Grande São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, um dos criminosos, Paulo Eduardo Gomes de Oliveira, o Dudu, conseguiu entrar no batalhão e foi morto pela polícia. Ele estava em liberdade condicional desde outubro de 2004. Os outros 10 homens conseguiram fugir em uma van branca. O carro ainda não foi localizado pela polícia.Em São José dos Campos, a Polícia Civil frustrou um plano de explosão do fórum da cidade. O fórum de Mogi-Mirim também foi atacado. O local foi metralhado, mas não houve feridos. Ninguém foi preso.

Agencia Estado,

17 de maio de 2006 | 23h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.