Polícia prende acusado de matar bebê em Mongaguá

A polícia prendeu hoje Levi LimaGomes, de 18 anos, um dos integrantes da quadrilha que teriamatado Marcela Cristina Langanke, de apenas cinco meses, duranteassalto, no dia 7 de setembro. Ele confessou o crime e, segundoo delegado João José Pires Neves. Gomes disse que o tiro foidisparado para advertir o pai da vítima, Marcelo AlexandreLanganke, que teria reagido. Outros três criminosos participaram do crime e estãosendo procurados pelos policiais. "É uma quadrilha que agia naregião e que já havia cometido outros crimes", disse odelegado. Marcelo Langanke mora em Pirituba, na zona oeste de SãoPaulo, foi surpreendido quando abria o portão de sua casa deveraneio em Mongaguá, por volta da meia-noite do dia 7 desetembro. Um homem armado, escondido num terreno vizinhoanunciou o assalto. Mais três criminosos chegaram logo depois eum tiro foi disparado, acertando a cabeça do bebê, no colo desua mãe. Assustados com a ação, os assaltantes fugiram sem nadalevar. Na fuga, roubaram ainda uma perua Corsa, que foiabandonada em Praia Grande. Foi seguindo essa pista que ospoliciais chegaram a Levi Lima Gomes, que está preso na cadeialocal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.