Polícia prende acusado de matar sem-teto em Salvador

Jadson Santos Dórea foi localizado no mesmo hospital em que vítima morreu, ferido com queimaduras

Tiago Décimo,

09 de julho de 2012 | 18h42

SALVADOR - Agentes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Bahia prenderam, na manhã desta segunda-feira, 9, um dos quatro homens acusados de atear fogo no sem-teto Daniel Pinto dos Santos, de 26 anos, na madrugada de sábado, no Centro de Salvador.

O sem-teto morreu horas depois, no Hospital Geral do Estado (HGE).

Jadson Santos Dórea foi localizado pelos agentes no mesmo hospital, onde está internado por queimaduras nas pernas e no rosto. De acordo com a polícia, ele confessou participação no crime e teria ficado ferido enquanto ateava fogo ao morador de rua. Ele ficará na unidade, sob custódia, até receber alta médica.

Dórea também teria apontado os outros agressores, entre eles um taxista responsável pelo transporte do grupo.

Segundo policiais militares que atuam na região onde ocorreu o ataque ao sem-teto, a vítima usava drogas e praticava furtos e roubos no Centro de Salvador. A polícia investiga se o homicídio tem relação com os crimes praticados por Santos. 

Tudo o que sabemos sobre:
crimeSalvadorsem-teto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.