Polícia prende cinco mulheres com ursinho recheado de crack

Cinco mulheres foram detidas na manhã desta quinta-feira, 6, carregando uma pasta de crack em ônibus que fazem a linha entre Foz do Iguaçu e Curitiba. Duas delas estavam acompanhadas de crianças e utilizavam os pertences destas para esconder a droga, no intuito de despistar a polícia. Todas foram conduzidas às delegacias e responderão por tráfico de drogas.No posto da Polícia Rodoviária Federal em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste, por volta de 8 horas, os policiais fizeram uma abordagem de rotina e estranharam o nervosismo de Eliana Aparecida da Luz, de 26 anos, que viajava com uma criança de três anos. Numa revista mais minuciosa desconfiaram do peso de um ursinho de pelúcia e de um travesseiro. Abriram-nos e dentro havia 2,6 quilos da droga. RotinaO ônibus seguiu viagem, mas foi novamente revistado quando chegou na rodoviária de Cascavel. "Operação de rotina", classificou o delegado do 2º Distrito Policial, Antonio Donizete Botelho. Ao vistoriar as bagagens, encontraram uma sacola com fraldas e, no meio delas, mais 1,1 quilo de crack. Lucimara Ferreira, de 30 anos, foi levada para a delegacia e seu filho, de 11 meses, entregue aos cuidados da Delegacia da Infância e Adolescência. Ela disse que receberia R$ 300,00 para entregar a droga na Rodoferroviária de Curitiba.Um pouco antes, por volta das 4 horas da manhã, a Polícia Federal já tinha feito uma inspeção em outro ônibus da linha Foz-Curitiba, em Guarapuava, na região centro-sul do Paraná. O trabalho foi resultado de investigações que vinham sendo feitas há algum tempo sobre duas mulheres. Mas, além de Iracema da Silva e sua filha Gisele, foi presa Begair da Luz. Cada uma delas levava um quilo de crack escondido nas partes íntimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.