Polícia prende em SP suspeito de planejar roubo ao BC de Fortaleza

Edézio Batista das Neves Sobrinho estava foragido desde fevereiro; ladrões levaram R$ 164,7 mi

J.Paulo Carvalho, Estadão.com.br

02 de junho de 2011 | 15h18

SÃO PAULO - Foi preso na capital paulista um dos suspeitos de ser o mentor e financiador do roubo ao Banco Central, que aconteceu no Ceará, em Fortaleza, em 2005.

 

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Edézio Batista das Neves Sobrinho estava foragido desde fevereiro, após ter sido retratado da prisão no Ceará.

 

O assalto ao Banco Central de Fortaleza é considerado até hoje a maior ação contra bancos no Brasil. Usando um túnel, os ladrões conseguiram levar R$ 164,7 milhões sem serem notados.

 

Três quadrilhas comandaram a ação, de São Paulo e Ceará. A polícia não conseguiu recuperar a maior parte do dinheiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco Central de Fortalezacrime

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.